Notícias RSS

« Notícias
21/11/2012 - Notícias

Projeto Comprador Regional de bons negócios para as empresas nacionais

Os cinco importadores convidados pelo projeto do Brazilian Footwear fecharam negócios e iniciaram bons contatos durante a Zero Grau

O Projeto Comprador Regional (PCR) do Brazilian Footwear na Zero Grau – Salão de Tendências em Calçados e Acessórios promete render bons frutos para os cerca de 30 associados que participaram da ação. Durante os três dias da feira, em Gramado, as empresas receberam a visita dos quatro convidados vindos do Equador e um da Costa Rica interessados em aumentar o leque de produtos made in Brazil oferecidos em seus países. Vendo o Brasil como uma referência na moda calçado, os importadores aproveitaram o contato com as marcas brasileiras para dar encaminhamento a negócios.


“Na Costa Rica, o calçado brasileiro tem ocupado cada vez mais o espaço deixado pela Colômbia, que teve seus produtos encarecidos pela valorização da sua moeda. A qualidade do calçado produzido no Brasil é muito boa, especialmente para quem busca um diferencial frente ao calçado chinês, que tem entrado muito no nosso País”, conta Sérgio Cartagena, da empresa Playa Mariseg, de San José, Costa Rica. Na Zero Grau, ele fechou pedido de 30 mil pares de calçados infantis, além de iniciar conversas para negócios posteriores com fabricantes de femininos.


Para Humberto Rolando Castillo Calle, da Shoe Store, de Guayaquil, Equador, as modelagens apresentadas em Gramado são excelentes, com destaque para a criatividade. “Trabalhamos há 12 anos com marcas brasileiras de calçados dos segmentos masculino, feminino e infantil. Nesta feira, compramos 2 mil pares e estamos levando na bagagem amostras de outras marcas.” Quem também está levando pedidos na mala é Jorge Raul Reyes Hidalgo, da Brancaleone, de Quito, Equador. “Já trabalhávamos com três marcas brasileiras há, pelo menos, um ano e agora efetivamos a compra de 2 mil pares com outras marcas que fizemos o contato aqui na feira”, destaca.


Incentivo
Com a expectativa de abrir mercado no Equador, a Werner ficou satisfeita com os contatos proporcionados pelo Projeto Comprador Regional do Brazilian Footwear. Segundo Isaque Weber, gerente comercial da marca, a ação é de extrema importância para ajudar a encontrar potenciais compradores. “Estamos em busca de clientes no Equador, mercado de grandes oportunidades para a Werner”, salienta.


Retorno também comentado por Nélci Schildt, gerente de Exportação da Dakota. De acordo com ela, o Equador sempre se mostrou um mercado potencial, embora as barreiras impostas pelo governo equatoriano para proteger a indústria local tenham afetado o comércio entre os dois países. “Hoje, que a sobretaxa aplicada a cada par de sapato está em 3 dólares, estamos conseguindo retomar algumas negociações. E a iniciativa de trazer importadores desse país é de grande importância para a nossa empresa.”


O PCR é uma ação promovida pelo Brazilian Footwear - programa de promoção de exportações de calçados brasileiros desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção às Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

 


Unidade de Comunicação Abicalçados

« Notícias